UA-144022422-1
  • Wöhler

PORTAS PRA QUE TE QUERO.

Não se sabe ao certo quem, quando ou onde a porta foi inventada. Sabe-se que a origem do nome vem do latim “pɔɾ.tɐ”, que significa porta, portão, abertura, saída. Por isso, tantas possibilidades são apresentadas quanto à aplicação da palavra, sejam por metáforas ou analogias. Mas há quem diga que sua invenção aconteceu nos tempos do Império Romano, durante as construções das novas cidades, outros defendem que sua criação data da época das cavernas, quando os homens passaram a construir abrigos com outros materiais, pois aprenderam a lidar e a aproveitar melhor os recursos da natureza, como as pedras, os ossos, os galhos, as folhas das árvores e as palhas.




Há muito que as portas ocupam um espaço que vai muito além de suas funções básicas. Elas já tiveram momentos de grande destaque, como quando utilizadas para proteção em grandes batalhas históricas – quem não se lembra de Tróia? A cidade tinha grandes muralhas fortificadas, mas também tinha uma porta, não é verdade? Elemento pouco lembrado, porém, muito importante na obra citada.


As portas sempre desempenharam papéis importantes na sociedade, graças a elas decisões historicamente importantes foram mantidas em sigilo, economias foram mantidas em segurança, graças ao isolamento dos cofres, nos tempos em que o dinheiro físico era a moeda principal. Segredos familiares, banho com total privacidade, obras-primas musicais foram gravadas sob sua proteção acústica, grandes filmes são assistidos em cinemas sob essa mesma proteção. Bebês dormem tranquilos em seus universos, graças a elas.


Há muito que as portas ocupam um espaço que vai muito além de suas funções básicas. Elas já tiveram momentos de grande destaque quando utilizadas para proteção em grandes batalhas históricas – quem não se lembra de Tróia? A cidade tinha grandes muralhas fortificadas, mas também tinha uma porta, não é verdade?

As portas conectam espaços e podem ampliar a visão da realidade, um exemplo disso é a criação da porta giratória em 1888, por Theophilus Van Kannel. O projeto caracterizava a entrada dos modernos prédios da época. Sua criação ajudou a aliviar vários problemas associados às portas convencionais, pois ela serve como uma eclusa de ar, impedindo o rápido influxo de ar frio em edifícios quentes em dias frios e com muito vento, além de manter os ruídos e a fumaça da rua no lado fora. O detalhe importante que justificou a implantação destas portas em substituição das portas tradicionais nestes grandes empreendimentos, na época, é que possibilitou resolver as diferenças de pressão criadas por uma grande coluna de ar quente nos interiores dos edifícios e o ar frio exterior, que dificultavam a abertura ou fecho das portas convencionais. O grande truque de ampliação da visão da realidade foi o grande clímax sensorial dela, pois passar do pequeno espaço fechado de uma porta giratória para um saguão fazia o espaço parecer grande, imponente e luxuoso.

As portas conectam espaços e podem ampliar a visão da realidade, um exemplo disso é a criação da porta giratória em 1888, por Theophilus Van Kannel.

Sua evolução não para, alinhadas com as novas tecnologias, as portas suprem hoje as mais diversas necessidades, sejam elas estéticas, de controle ou de funcionalidade. Mesmo com a era da superexposição, todo mundo quer ter um momento, por mais raro que seja hoje em dia, só seu, não é verdade? E elas estão sempre lá, presentes e cumprindo suas funções. Elas são importantes! Tamanho é o seu impacto nas vidas das pessoas que o Designer austríaco Klemens Torggler, durante a renovação do próprio apartamento, onde a porta que estava à procura teria que cobrir uma abertura com uma verga em arco, identificou também que abrir uma porta poderia ser uma experiência artística. Ele criou a “Evolution Door”, que consiste em duas lâminas sobrepostas, que abrem e fecham graças a longas hastes de metal. Elas conectam cada um dos dois quadrados, fazendo-os se mover ao mesmo tempo. Com um toque, as metades se movem como se “rolassem” na mesma direção, até chegar à posição original, no mesmo plano.



É isso. A evolução segue, e mesmo que o comportamento das pessoas caminhe cada vez mais para o compartilhamento de suas vidas através das redes, sempre, em algum momento, haverá a necessidade de apertar o botão “desligar” e neste momento, a porta, estará lá, protegendo e mantendo em segredo, mesmo que por algumas horas, o maravilhoso sono dos justos.


#portas #soluções #criatividade #avanço #história

STUDIO WÖHLER

Av. Fernando Simões Barbosa, 558

Boa Viagem - Recife - PE

51.021-060

Tel: +55 81 3204 6563

contato@wohler.com.br

WOHLER PROJECT

WOHLER SPECIAL

© 2017 por NUNES.MDB. Todos os direitos reservados.